carregandi

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Acesso do Associado:   
 

Ainda não é associado?

Venha fazer parte da Assisefe!

Clique aqui!
A - A +

Central Judicial do Idoso registra 118 casos de violência em 2019

history segunda-feira, 17 de junho de 2019     folder Notícias

 

De janeiro a maio de 2019, a Central Judicial do Idoso (CJI) registrou 118 casos de violência contra idosos, sendo 17 agressões físicas, 31 agressões psicológicas, 26 abusos financeiros, 29 casos de negligência, entre outros. Somente neste ano, a CJI realizou 1.266 atendimentos.

Em mais da metade dos casos de agressão, os principais agressores são os parentes. Eles não dão assistência, restringem o convívio social por meio de agressões verbais, além de usar e explorar o dinheiro dos idosos sem o consentimento destes. Brasília, Ceilândia e Taguatinga são as localidades com mais registros.

O trabalho da CJI foi tema de matéria veiculada na última semana no DF TV 2ª edição, da TV Globo. A matéria traz números de violência cometida contra idosos e apresenta a Central, que reúne os serviços prestados pelo TJDFT, pelo Ministério Público e pela Defensoria Pública do DF. Clique aqui para assistir à reportagem.

Na ocasião, a 2ª Vice Presidente do TJDFT, desembargadora Ana Maria Duarte, falou da importância de relatar os casos de violência contra o idoso para os órgãos competentes: “Qualquer pessoa que tome conhecimento de uma situação dessa deve encaminhar a notícia sim para os poderes competentes e ao Ministério Público”. A magistrada disse ainda que a fonte que fizer o relato é protegida pela Justiça.

A Central Judicial do Idoso tem como principais objetivos garantir a efetiva aplicação do Estatuto do Idoso; prover a comunidade do DF de informações; promover a articulação com instituições para atendimento das demandas existentes e assessorar autoridades competentes.