Herança ou Legado?

Herança ou Legado?

“Herança: aquilo que se transmite por hereditariedade”

“Legado:dádiva deixada em testamento”

 

Você, minha amiga, meu amigo,já refletiu sobre este tema: Herança ou Legado?

Qual dos dois você imagina como sendo o melhor para o seu filho, para seus netos?

Quem não gostaria de ter alguns bens materiais e financeiros para receber como herança, que atire a primeira pedra.

Vivendo em um mundo de consumo, de aparência, quevaloriza o “ter” e o “ser” mais do que o estar em paz com o universo, fica difícil você se desprender das coisas materiais.

A mídia, de modo geral, destaca o sucesso das pessoas “de bem”, o êxito financeiro, social e vende muita matéria com as mazelas humanas, com as desgraças que, infelizmente, se tornam maiores pelo destaque do que pela proporção.

Mas vamos aos fatos: até bem pouco tempo podíamos valorizar o “legado” como sendo o bem mais valioso a deixar para nossos filhos e netos. Era com orgulho que as pessoas se referiam a alguém, como sendo filho de alguém que se destacou por ações e ou atitudes que transcendem a definição acima. Apenas dois exemplos:

Juscelino nos deixou grandes legados: Brasília, a integração nacional, exemplos de democracia. Todos somos herdeiros desse valoroso legado.

Getúlio deixou como legado a CLT, o voto feminino, o início da industrialização do país.

Hoje, diante dos valores em conflito, pergunta-se: que tipo de legado quero deixar?

Sem dúvida, o legado que gostaria de deixar para o meu filho, minha neta, meus amigos e até para aqueles que não conheci, seria o da honra, da honestidade, da solidariedade, do respeito, do companheirismo, do apreço pelo trabalho e profunda admiração pelos que, anonimamente ou não, contribuíram e contribuem para que o ser humano seja cada vez melhor.

Seria utopia? Seria sonhar demais?

Nesta minha modesta opinião, não. Em minha jornada idealística, hoje quero homenagear um cidadão que,infelizmente, não é brasileiro. Não é branco de olhos azuis; não é rico; não tem iates, ilhas, mansões, cavalo de corrida, carros ou aviões sensacionais. Mas, humildemente, corajosamente, tenazmente, deixa um legado extraordinário para todos nós: refiro-me a Nelson Mandela, o homem que reescreveu a história da África do Sul sem violência, sem discursos demagógicos, e que comemora 94 anos de profícua existência. Rogo a Deus que nossos jovens se espelhem nele e em muitos dos brasileiros que fizeram e fazem este país valer à pena.

Lourival Zagonel

Presidente

javaversion1
Warning: passthru() [function.passthru]: Cannot execute a blank command in /home/storage/b/51/e2/assisefe/public_html/wp-content/themes/SmoothBasic/footer.php on line 3